3 histórias de cães leais de partir o coração

Os animais são realmente criaturas incríveis, e algumas vez fazem coisas que nós nem acreditamos por serem animais sem raciocinio. Por isso preparamos algumas histórias de cachorros que foram extremamentes leais ao seus donos. Confira:

Kostya

3 histórias de cães leais de partir o coração

Na Rússia, no ano de 1995, os habitantes daquele município começaram a perceber a estranha movimentação de um cão da raça pastor alemão, em uma das estradas que cruzavam a cidade. O animal desorientado perseguia os carros, como se estivesse a procura de alguém. Apesar dos esforços dos moradores de encontrarem um novo lar para o animal, ele sempre voltava para a mesma estrada e repetia o estranho comportamento.

Descobriram que o cão aguardava no local onde acontecera um acidente de carro, envolvendo seus antigos donos. Então passaram a compreender que o comportamento de outrora, na verdade, era sua busca desesperada de voltar para sua família, por isso passaram a lhe chamar de Kostya, que em russo significava: Fiel.

INCRIVEL,  NÃO ?

Hachiko

3 histórias de cães leais de partir o coração

Um professor se deslocava até a estação para tomar o trem até seu local de trabalho, Hachiko religiosamente o acompanhava, voltando no final da tarde, para recepcioná-lo quando o mesmo voltasse e assim poderem juntos retornar para casa. Um dia, porém, Hachiko aguardou por horas e seu dono não voltou. O professor havia falecido durante uma palestra que havia ido ministrar naquele dia.

Após o velório do professor, como se não acreditasse na falta de seu dono, Hachiko voltou a esperá-lo todos os dias na estação, como costumava a fazer quando Hidesaburo Ueno ainda era vivo. Os anos que se passaram, até que 08 de março de 1934, dez anos após a morte de Ueno, Hachiko foi encontrado morto na estação em que ele fielmente aguardava o retorno do seu grande companheiro.

Gelert

3 histórias de cães leais de partir o coração

Uma lenda. Ao sair para uma de suas aventuras, o Príncipe convocou seus cães para lhe acompanhar, porém, Gelert não compareceu, e como ele não poderia esperá-lo, partiu sem a companhia do animal.

Ao retornar da caçada, Llywelyn foi recebido por Gelert com a boca coberta de sangue, o que o fez imediatamente pensar em seu pequeno filho. E ao se deparar com o berço do menino completamente destruído, uma certeza lhe tomou a razão: o sangue no animal era de seu filho. Sem muito raciocinar, o herdeiro do trono sacou sua espada e num golpe carregado de desespero matou o animal.

Quando já não esperava, Llywelyn ouviu o choro do pequeno bebê que estava caído embaixo de seu berço, e ao seu lado o corpo ensanguentado e sem vida de um lobo. Só aí o príncipe percebeu que havia cometido um grande erro. Gelert não só havia enfrentado o lobo, como havia salvo a vida do filho de seu amado dono. Então, como forma de homenagear seu valente companheiro, Llywelyn resolveu dar ao cão um funeral público, onde todos pudessem conhecer sua história de bravura e lealdade.

Deixe seu comentário abaixo:

Gostou do nosso blog? Marque como favorito e siga nossa página no facebook para ficar por dentro de tudo que postamos ?

Has Clic Aqui:

https://facebook.com/TerraDosGatos

https://facebook.com/PetsBagunceiros

https://www.facebook.com/groups/mundopetanimal/

Visita tambem nossos outros blogs:

https://mundopetclub.com

https://terradosgatos.com

Deixe uma resposta

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies
error: O conteúdo está protegido !!