Aumentam os casos de diabetes em gatos. – Mãe de Cachorro

A doença não tem cura, mas pode ser prevenida e controlada.

Diabetes felina

O número de casos de diabete em gatos está aumentando, especialmente a diabetes mellitus do tipo 2, a mais comum entre os bichanos. A doença não tem cura, mas pode ser prevenida, ou controlada. A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas que ajuda a converter comida em energia, a ser absorvida e usada pelas células. Na diabetes do tipo 1, o pâncreas não produz insulina suficiente. Na do tipo 2, o corpo é incapaz de usar a insulina produzida. Quando não tratada, oo tipo 2 pode desenvolver para o tipo 1, muito mais arriscado.

Magreza

Um gato diabético pode ser bem alimentado e cuidado e ainda assim parecer que passa fome, pois a comida que ingere não é convertida na energia que seu corpo precisa. Embora qualquer gato possa ficar diabético, os machos com sobrepeso/obesos e mais velhos são os mais propensos a desenvolver a doença.

Sobrepeso

Independentemente do gênero, gatos obesos ou com sobrepeso correm mais risco de desenvolver diabetes.  O excesso de peso em si não causa a diabetes, mas cria as condições em que a digestão e os sistemas de filtragem do corpo são sobrecarregados. A pancreatite (inflamação do pâncreas) em gatos pode limitar ou inibir a produção de insulina e é ainda mais comum nos animais gordinhos, ou obesos.

Sintomas

Mudanças no apetite, urina frequente, aumento da sede e variações de peso são os sintomas mais evidentes. Não importa quanto ou quão bem o gato coma, quando o nível de insulina não está adequado, o corpo não obtém a energia necessária. Em estágios iniciais da doença o animal tenta compensar a falta de energia comendo mais, mas com o tempo, o corpo começa a converter músculo e gordura na energia que não está recebendo da alimentação, criando uma espécie de autocanibalismo.

Continue a ler clicando aqui.

http://connect.facebook.net/pt_BR/all.js#xfbml=1(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = ‘https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.12&appId=409016455837337&autoLogAppEvents=1’;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = ‘https://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.12&appId=409016455837337&autoLogAppEvents=1’;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Deixe uma resposta

error: O conteúdo está protegido !!