Casal é condenado por manter cães sem alimento e expostos ao tempo em SC

Um casal foi condenado por maus-tratos, sob acusação de manter cães da raça boxer sem água e comida, expostos a sol excessivamente, em Santa Catarina.

Segundo a acusação do Ministério Público, cinco animais eram mantidos amarrados em situação degradante e em condições precárias de higiene, na região do Alto Vale do Itajaí.

Os cães foram socorridos em setembro de 2018, após denúncia às autoridades.

De acordo com o Tribunal de Justiça, policiais acionados na ocasião disseram que havia uma cadela acorrentada “bem magra, a ponto de ver as costelas” no local, além de quatro filhotes. Testemunhas afirmaram que era recorrente os animais ficarem sem água, comida e expostos ao tempo.

O homem foi condenado a quatro meses e dois dias de detenção, em regime inicial aberto, além do pagamento de multa. A mulher, condenada a três meses e 15 dias de detenção, teve a pena substituída por prestação de serviços. Cabe recurso.

Em juízo, os acusados disseram que haviam recebido a cadela já daquele jeito e que haviam separado a mãe dos filhotes para que eles não mamassem mais.

Em sua decisão, a juíza Manoelle Brasil Soldati Bortolon, da 2ª Vara da comarca de Ibirama, ressalta que a versão dos réus foi de que receberam a cadela no início de 2018, mas quando houve a denúncia, em setembro, o animal continuava desnutrido. “Ou seja, houve tempo suficiente para que o animal pudesse ser devidamente tratado e alimentado, o que não ficou demonstrado nos autos”, disse.

MAUS-TRATOS

Lei sancionada em setembro pelo presidente Jair Bolsonaro endurece a pena para maus-tratos a cães e gatos.

O texto, do deputado Fred Costa (Patriota-MG), altera a Lei de Crimes Ambientais e prevê pena de dois a cinco anos de reclusão. Na prática, o crime deixa de ser de menor potencial ofensivo (com pena inferior a dois anos) e, consequentemente, o agressor pode ser preso, em vez de ter a punição convertida em pena alternativa, como prestação de serviço.

*

Siga o Bom Pra Cachorro no Facebook, no Instagram ou no Twitter.

Quer ver a história do seu pet publicada ou quer sugerir reportagem? Mande para bompracachorroblog@gmail.com  ou marque no Instagram

//platform.twitter.com/widgets.jshttps://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Deixe uma resposta

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies
error: O conteúdo está protegido !!