Saiba evitar ou tratar a gripe do seu cão |

 

As baixas temperaturas e o tempo seco também podem trazer problemas respiratórios para os pets. Assim como os humanos, a gripe canina (traqueobronquite infecciosa) é muito contagiosa nessa época, podendo ser transmitida por contato direto com cães ou objetos infectados.

A gripe canina é conhecida também como tosse dos canis, por ser muito comum à disseminação do problema em local onde há aglomeração de animais e por ter como um dos principais sintomas justamente a tosse, como se o cão estivesse engasgado. É possível observar também secreção nasal, febre e falta de apetite.

A contaminação pode ser causada pela bactéria Bordetella bronchiseptica e pelos agentes virais Parainfluienza e Adenovírus, ou ainda pela combinação dos dois tipos de agentes.

Apesar de ser uma doença normalmente de baixa gravidade, se não tratada e acompanhada pode evoluir para algo mais severo, como pneumonia. Quando se trata de filhotes, cães idosos ou àqueles portadores de doenças crônicas, a atenção deve ser redobrada. As raças com focinho curto, braquicefálicas, como os pugs, buldogues, boxers, entre outras, também podem apresentar maiores complicações.

Se não houver agravamento do quadro por deficiência nas defesas do pet, a doença costuma ter a passagem dos sintomas em aproximadamente de 5 a 10 dias.

Em caso dos sintomas acima aparecerem, o ideal é manter o animal aquecido, deixar muita água fresca à disposição, de preferência longe de correntes de ar, e oferecer uma alimentação reforçada.

Mas a melhor coisa a fazer é levar para uma avaliação do veterinário, principalmente para entender o estágio da doença e agir de forma mais adequada em relação ao agente que causou a infecção. Caso seja uma bactéria, por exemplo, pode ser necessária a administração de antibióticos.

E algo muito importante é não oferecer medicamentos sem prescrição médica. Antigripais e outras drogas podem ser altamente nocivas e tóxicas para os pets.

Se você quiser mesmo não passar por tudo isso, a vacinação, assim como para nós, é a melhor forma de prevenir o contágio. Normalmente é utilizada a injetável, com reforço anual, que custa cerca de R$ 80.

Já os gatos, a doença viral que se assemelha com a gripe é a rinotraqueite. Não é bem considerada uma gripe, mas os sintomas são semelhantes. O importante que também existe uma vacina para os bichanos, chamada de quadrupla felina, que protege contra o vírus da rinotraqueite e mais outras 3 doenças.

 

Deixe uma resposta

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies
error: O conteúdo está protegido !!