Saiba o que é giardíase, conheça os sintomas e veja como proteger o pet

Uma doença que afeta o trato intestinal de cães e gatos e é transmissível a humanos. A giardíase é um problema bastante comum e que pode ser grave se diagnosticado tardiamente, levando, por exemplo, a desidratação.

Por causa dos sintomas —como diarreia, prostração e falta de apetite—, a doença pode ser subestimada pelo tutor, afirma Caroline Mouco, diretora-geral da rede VET Popular. Segundo a veterinária, o prognostico é favorável quando tratado inicialmente, rebatendo os sintomas e dando suporte ao animal contaminado.

Ela afirma que o manejo do animal deve ser feito com cautela para evitar contágio na família. E alerta: os cuidados devem ser redobrados se houver criança na casa, já que elas têm maior contato com chão e levam mais as mãos à boca.

Manter as vermifugações em dia, a critério do médico veterinário, é fundamental. “Havendo manejo preventivo, todos viverão em perfeita harmonia sem riscos maiores”, afirma.

O que é a giardíase? A giardíase é uma infecção causada pelo protozoário giardia lamblia. Se trata de uma zoonose, ou seja é um doença que passa dos animais para o ser humano. Na veterinária de pequenos animais, acomete principalmente os cães e gatos.

Como ocorre a transmissão? É um ciclo vicioso. Depois de contaminado, o animal passa a eliminar cistos do protozoário em suas fezes. Esses cistos são resistentes, podendo sobreviver por meses nos ambientes. Por essa razão, em simples passeios, caminhadas, o animal pode se contaminar. Na água também pode haver contágio, por isso, o recomendado é a ingestão de água tratada também para os pets. Outra área de contaminação são os pelos de cachorros e gatos. Quando os pets ingerem os cistos dão início a um novo ciclo da giárdia.

É uma doença comum? É grave? Sim, se trata de uma doença comum, inclusive no contágio do ser humano. Se torna comum, principalmente em locais onde a falta de estrutura, tratamento da água, saneamento básico são mais deficitários. Lembrando também que através de alimentos crus e mal lavados pode haver a contaminação. Pode ser grave quando diagnosticado tardiamente, quando os sintomas ficam mais intensos, deixando o organismo mais debilitado.

Quais os sintomas? O sintoma mais comum é a diarreia. Como é algo que pode acontecer por diversos fatores, é subestimada pelo próprio tutor e dificulta o diagnóstico precoce. Também são encontrados com frequência alguns outros sintomas como diarreias liquidas, com muco ou sangue, diarreias intermitentes, fezes com odor acentuado, vômitos, prostração, falta de apetite, desidratação por conta da diarreia, sensibilidade abdominal. O mais importante é não negligenciar nenhum sintoma no seu pet e procurar o médico veterinária de confiança.

Como é feito o diagnóstico? Fora a análise de sintomatologia no consultório, temos também o exame parasitológico de fezes para ajudar no diagnóstico. Devem ser colhidas três amostras em dias alternados, uma vez que os protozoários não são eliminados em todas as evacuações.

Como prevenir? Podemos prevenir através da vacinação. Apesar de não ser 100% eficaz, pode atenuar sintomas e evitar casos graves. Outras medidas são higienização adequada de comedouros e bebedouros, evitar que o pet beba água não tratada durante os passeios, não permitir que eles cheirem ou lambam outros animais, higienizar os alimentos adequadamente antes de oferecer ao seu pet e fazer visitas periódicas ao veterinário para que a vermifugação seja realizada.

Como é o tratamento? Os tratamentos de giardíase são feitos com antibióticos específicos para o problema. Além disso, também é essencial fazer a higienização correta do ambiente e dos acessórios do cachorro contaminado.

*

Siga o Bom Pra Cachorro no Facebook, no Instagram ou no Twitter.

Quer ver a história do seu pet publicada ou quer sugerir reportagem? Mande para bompracachorroblog@gmail.com  ou marque no Instagram

//platform.twitter.com/widgets.jshttps://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Deixe uma resposta

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies
error: O conteúdo está protegido !!