Biden defende Major após tirar pet da Casa Branca: ‘é um cachorro doce’

Major está passando por um treinamento e não foi banido da Casa Branca. A afirmação é do presidente americano, Joe Biden, que saiu em defesa do cachorro durante entrevista ao Good Morning  America, da rede de televisão ABC.

O pastor-alemão de 8 anos foi levado para a casa da família Biden em Delaware após  comportamento agressivo na residência oficial.

Major —o primeiro cão de abrigo a viver na Casa Branca— tem a companhia do outro pastor alemão do presidente, Champ, de aproximadamente 13 anos. Ambos haviam se mudado para a Casa Branca em janeiro.

Ao falar à emissora na quarta (17), Biden  minimizou o episódio agressivo, disse que Major “não mordeu ninguém e penetrou a pele” e que ele reage para se defender, diante de tantas pessoas estranhas na residência oficial.

“Mas ele é um cachorro doce”, afirmou, acrescentando que 85% das pessoas amam o cachorro.

No começo do mês, a secretaria de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, disse que os cães ainda estão se acostumando com o ambiente e que a viagem já estava prevista antes do episódio envolvendo Major.

À emissora, Biden disse os cães foram levados para a casa da família porque ele ficaria fora da residência oficial por dois dias e a esposa, quatro. “Então nós o levamos para casa.”

*

Siga o Bom Pra Cachorro no Facebook, no Instagram ou no Twitter.

Quer ver a história do seu pet publicada ou quer sugerir reportagem? Mande para bompracachorroblog@gmail.com  ou marque no Instagram

//platform.twitter.com/widgets.jshttps://platform.instagram.com/en_US/embeds.js

Deixe uma resposta

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies
error: O conteúdo está protegido !!