É seguro deixar crianças com um pitbull?

É seguro deixar crianças com um pitbull

É seguro deixar crianças com um pitbull

A aparente amizade entre um bebê e uma cadela da raça pitbull viralizou na semana passada. O vídeo mostra o animal lambendo a criança, enquanto ela está deitada no seu colo. Dentre os comentários do post, alguns diziam que a atitude mostrava que não existe raça agressiva, mas que o comportamento do animal depende da criação dos donos.

A aparente amizade entre um bebê e uma cadela da raça pitbull viralizou na semana passada. O vídeo mostra o animal lambendo a criança, enquanto ela está deitada no seu colo. Dentre os comentários do post, alguns diziam que a atitude mostrava que não existe raça agressiva, mas que o comportamento do animal depende da criação dos donos. Será mesmo?
O #VirouViral conversou com o adestrador e especialista em comportamento animal Ricardo Tamborini para entender se a atitude foi responsável. O profissional explicou que nem todos os cães têm um temperamento aceitável para que os pais possam confiar em deixá-los próximos aos filhos. No entanto, a agressividade não seria genética:
“A genética não é responsável por deixar um cachorro agressivo. A característica vai aflorar de acordo com os estímulos que ele recebe dos donos ou com o ambiente onde ele vive. Criadores responsáveis se preocupam com a parte psicológica do cão. A agressividade acontece quando os animais são muito mimados e não entendem que têm limites”, explicou Tamborini.
O adestrador, porém, ressaltou que o pitbull tem um instinto de caça muito apurado e que ele entende tudo o que se movimenta como uma presa. “Porém, se os donos ensinarem seus cães desde cedo a serem sociáveis e respeitosos, a característica não se torna um problema. Muitos animais atacam para chamar a atenção, porque aprenderam que podem conseguir o que querem sendo agressivos”, afirmou.
Em relação ao vídeo que viralizou, Tamborini disse não ver problema, desde que os responsáveis pelo bebê conheçam bem o temperamento da cadela. “Deixar ou não uma criança por perto vai muito do bom senso do dono. Se ele tiver feito tudo certo na criação, terá um companheiro dócil e bem-educado”, concluiu.

Fonte – Ricardo Tamborini – Adestrador e especialista em comportamento canino
Para mais informações, basta acessar o site: www.ricardotamborini.com.br

Confira essa matéria no site da Revista Planeta Pet – Clique aqui!


 

Veja outras matérias

Deixe uma resposta

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies
error: O conteúdo está protegido !!